Como podemos melhorar o Habitissimo?

Melhoria no questionamento - recebi apenas clientes especulativos 100%

Precisa haver uma maneira de peneirar a especulação dos clientes em potencial. Hoje 100% dos clientes que atendi foram especulativos.
O Habitissimo tem que peneirar mais as informações, como: se o cliente já tem o terreno, Quando vai construir, por exemplo.

107 votes
Vote
Sign in
(thinking…)
Password icon
Signed in as (Sign out)
You have left! (?) (thinking…)
PEDRO LUIZ AMADOR shared this idea  ·   ·  Flag idea as inappropriate…  ·  Admin →

Olá Pedro,
Agradecemos sua sugestão em este fórum.
Desde habitissimo oferecemos aos profissionais a possibilidade de contactar com potenciais clientes, mesmo que não acabem realizando um trabalho agora, é possível que queiram fazer-lo mais adiante ou inclusive recomentar seu trabalho.
Todos podem se encontrar em uma fase diferente do projeto, alguns estarão preparados para começar e outros ainda entrarão em uma fase inicial, mas isso não os convertem em contatos de pior qualidade.
Seja qual seja o caso, por nossa experiencia, não os discriminamos mediante a um filtro já que não podemos garantir nada que não esta em nossas mãos (que o trabalho se realize, que o particular tenha o local, terreno ou apto, que disponha de recursos econômicos ou permissões para afrontar o projeto, …), e um contato que a primeira vista não reúne todas as características para ser “perfeito” pode resultar ser tão válido como qualquer outro.
Cordialmente,
Equipe habitissimo

10 comments

Sign in
(thinking…)
Password icon
Signed in as (Sign out)
Submitting...
  • Matheus commented  ·   ·  Flag as inappropriate

    Liguei para um cliente que comentou exatamente isso "só entrei no site pois recebi um spam do habitíssimo com a frase - faça um orçamento sem compromisso" por favor, mudem a jogada de marketing! Vocês já sabem que cliente brasileiro olha só preço. Aqui no Habitíssimo essa característica é ainda pior! Sabemos que vocês ganham dinheiro pelas empresas mas está cada dia pior e pior trabalhar com a plataforma, os últimos dois clientes eu tive que pedir extorno, sendo que um não me foi dado.

  • Nivaldo commented  ·   ·  Flag as inappropriate

    Concordo plenamente com o Pedro e vou ainda mais longe. Já fiz essa reclamação ao Habitíssimo neste mesmo Forum e também nas avaliações anuais que o Habitíssimo nos solicita, mas infelizmente o Habitíssimo demonstra claramente que não interessa fazer esse filtro por diversas razões e acredito que a principal destas razões todos nós sabemos que é a diminuição de faturamento. Hoje percebemos claramente a diminuição de compras de contatos no site, por duas razões principais: falta de credibilidade no contato e aumento abusivo de preços dos contatos. Pagamos caro a utilização da plataforma e ainda temos que pagar preços altíssimos do contato, onde também parece não haver critério na fixação do preço do contato, sendo o preço de uma reforma de um banheiro o mesmo da construção de um galpão? Notamos ultimamente (final de 2018 e 2019) que alguns anúncios não tiveram nenhuma compra até a sua expiração mostrando o nosso desinteresse pela plataforma. Posso estar enganado mas se o Habitíssimo não melhorar os filtros, criar a incidência que não conseguimos contactar o contato, criar a incidência de contato especulativo, vai cair rapidamente no descrédito e com grande chance de naufragar ainda este ano.

  • Anonymous commented  ·   ·  Flag as inappropriate

    Concordo com todos os comentários deixados aqui. O habitíssimo está deixando muito a desejar. Na maioria das vezes os orçamentos são apenas "especulação", onde as pessoas solicitantes sequer querem agendar visita ao local para apresentarmos o orçamento. Seria interessante que o Habitíssimo cobrasse ao menos um valor "simbólico" para solicitação de orçamentos. Acredito que assim parte dos orçamentos especulativos deixariam de ser publicados e a qualidade dos anúncios aumentaria significativamente.

  • ALEXANDRE VEIGA commented  ·   ·  Flag as inappropriate

    Dando força a reclamação do Pedro , ontem comprei um orçamento ( 30,00 ) de um cliente que apenas queria saber estimativa de valores para sabe DEUS quando irá executar .
    Nesse caso só ouve um prejudicado ( o prestador ) ...
    Acho que seria transparente de voces criar um filtro aonde o futuro cliente seja obrigado escolher em fazer um serviço já ou para orçamentos futuros .
    Qdo for orçs futuros vcs mesmos informem a eles a media cobrado pelos serviços , eliminando assim em prejuizo nosso , ou nos extornem o valor ideiatamente !
    Se continuarem assim a fazer vista grossa vão e médio prazo nos desestimulando , e ceratmente iremos investir em outras ferramentas de MKT .

  • Marcos commented  ·   ·  Flag as inappropriate

    Compartilho 100% das opiniões emitidas nos 5 cometários anteriores, estarei elaborando sugestões para solicitações de serviços em fornecimento de serviços em energia solar, o modelo atual não reflete os questionamentos básicos mínimos para o serviço, é uma coisa genérica tipo, quantos m², quantos banheiros e etc, isto não tem nada a ver com este tipo de serviço, portanto, sugiro e peço que façam o mesmo.

  • Arq. Watson Braga commented  ·   ·  Flag as inappropriate

    Estou passando pelo mesmo problema, inclusive ontem recebi um telefonema da Habitissimo pela manhã onde reportei esta situação.
    Clientes que sequer possuem o imóvel para fazer o projeto, pedem um orçamento apenas com o intuito de “ter uma ideia de quanto custa”.

  • Anderson Pereira commented  ·   ·  Flag as inappropriate

    De fato a plataforma precisa exigir mais informações do cliente, os curiosos tem de ser filtrados, clientes que já possuem terreno ou o imóvel, clientes que já possuem capital ou tem condições de conseguir financiamento, estes sim são clientes potenciais. Os contatos solicitam o serviço e muitas vezes não nos atendem, isso demonstra total falta de interesse do pretenso cliente. O site deveria aumentar as possibilidades de incidência em função desta questão de não conseguirmos contactar com o cliente e o mesmo não responder aos nossos chamados, afinal de contas a primeira recomendação da plataforma é que entremos em contato imediatamente.

  • Flávio commented  ·   ·  Flag as inappropriate

    Não acho justo, conforme também já reclamei na central, a empresa cobrar 2x, ou seja, cobrar na mensalidade, e cobrar no acesso individual para ver o telefone do "suposto cliente", sem ter garantia de que tipo de PERFIL é esse cliente. Não tem vantagem para quem paga apenas para a plataforma que ganha de todos os lados. Isso precisa mudar, segue sugestão:

    Sugestão1: Utilizar filtros quando um cliente se cadastra;

    Sugestão2: Deixar visível quantas vezes o "cliente" solicitou orçamento mostrando quantos orçamentos ele realmente fechou, quantos rejeitou, e da forma que caminhou no site;

    Sugestão3: cobrar uma mensalidade e ponto final, ou então deixar de cobrar mensalidade e cobrar um valor menor para acesso ao telefone do cliente, porque assim só os donos da plataforma habitíssimo vão ganhar dinheiro

  • Felipe commented  ·   ·  Flag as inappropriate

    Acredito que deveria ser obrigatório a descrição do contato na Nota do Particular. Encontro muitos trabalhos que mal tem as informações básicas sobre o que se precisa, nessa semana entrei em contato com uma cliente e ela disse que veio parar aqui porque disseram para ela que os trabalhos eram sem compromisso e quando expliquei que o orçamento é sem custo mas o trabalho não, ela desistiu e desligou o telefone.
    Nós profissionais aqui cadastrados não sabemos o real motivo pelo qual a pessoa se expõe com seus dados. Há sim contatos bem descritos e que sabem o que querem, mas esses são muito raros.
    Na minha opinião a plataforma deve sim filtrar em questionário mais aguçado e criar uma nova política de reembolso, pois já tive dezenas de contatos que sequer atenderam o telefone, contatos esses que o site não me garante a devolução do dinheiro.
    Fico indignado mas também na esperança de que vai melhorar. Contudo apoio a ideia e concordo com a opinião do Pedro.

Feedback and Knowledge Base